O vídeo panaceia (para todos os ‘males’ da maternidade)

Descobri este vídeo há uns meses, depois de comprar o livro Como ser feliz com 1, 2, 3… filhos?. Comprei o livro numa altura particularmente difícil, grávida até às orelhas e à beira de um esgotamento. O vendedor falou tão bem do livro que decidi arriscar e comprei-o.

A autora, catalã, teve 18 filhos. Sim, leram bem, d.e.z.o.i.t.o filhos. 3 faleceram com problemas cardíacos, mas os restantes 15 estão aí para as curvas. Só isso já é obra!

O livro é extremamente prático, escorreito e straightforward e cumpre na perfeição aquilo a que se propõe: explicar, com casos concretos, como se pode ser feliz com um rancho de filhos y lo pasar bomba!, como acrescenta a autora. Ou seja, como descomplicar esta coisa da maternidade, abordando uma série de assuntos (se tiverem curiosidade podem ler um excerto e ver o índice aqui).

O livro foi muito útil e realmente dá uma perspectiva bem mais pragmática da coisa. De tal forma que até parece ser simples ter mais de uma dúzia de filhos (que sabemos que não é bem assim). O livro é abertamente de orientação cristã/católica, mas a parte da religião praticamente só é abordada no derradeiro capítulo e de uma forma igualmente pragmática e não evangelizadora.

Li o livro como ferramenta que é e sublinhei e tomei notas, para tirar o que me interessa rapidamente, em SOS. E aprendi bastante (depois aqui partilharei algumas dessas lições*).

Mas o melhor veio a seguir. O grande oráculo (aka Google) tem tudo e descobri uma reportagem que uma tv espanhola fez a esta extraordinária família. E posso dizer que é o meu filme favorito do youtube neste momento.
Porquê?
Pela atitude desempoeirada desta verdadeira mater familias. Aquela família anda toda nas horas, são bem dispostos, simpáticos, as crianças fazem as camas com 4 anos (ah pois), cozinham, enfim, todos participam de forma dinâmica e activa na vida familiar e doméstica. Só o vídeo é uma lição de vida.

Posso dizer que mal vi o filme, fiquei com uma boa disposição à prova de bala e pus logo o mais velho a fazer a cama (isto das tarefas domésticas vai ser para outro post*).

E acho que já falei o suficiente. Vejam até ao fim. Vale bem cada um dos 10 minutos de duração. Se não ficarem rendidos à força anímica desta mulher nem sei que vos diga. Senhoras e senhores, apresento-vos Rosa Pich:

*através do facebook ou mail dá para acompanhar tudo 🙂

Anúncios

3 comentários sobre “O vídeo panaceia (para todos os ‘males’ da maternidade)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s