Consumo responsável | cosmética e toilette

Uma boa forma de rever e reflectir sobre o nosso consumo é começar pelo que colocamos na nossa pele.
Se vamos agarrar o boi pelos cornos, ao menos podemos começar por uma parte mais… macia 😉

maegazine-guia-cosmetica Continuar lendo Consumo responsável | cosmética e toilette

Agora sou eu

Escrevo este texto na véspera do mais velho ir para a escola oficial, a escola a sério. As aulas estão aí e com ela uma série de ritmos e rotinas que vão adaptar-se às nossas vidas. Depois de conhecer horários e testar percursos e tudo isso, logo se vê onde podemos encaixar a ginástica, o ginásio, a piscina ou a música. Se der.

Mas agora sou eu.

É o que dá vontade de dizer.

Depois da fase bebé (roupa largueirona e de trazer por casa, mesmo que seja para o trabalho) (…) e da fase um pouco menos bebé mas ainda não durmo nada de jeito, atingi a fase agora sou eu.

malin-koort Continuar lendo Agora sou eu

Sugestões de prendas de Natal (para pais desesperados)

sugestoes cactos mgzEntrámos oficialmente em contagem decrescente para o Natal.

Na tradição cristã, esta contagem decrescente é o Advento, que este ano começou dia 29 de Novembro (4º domingo antes de Natal). Nessa linha, cada semana que antecede o Natal é, na tradição espiritual, uma preparação, um estado de espírito que vai mudando até ao dia N.

Mas mais ou menos despojada de conteúdo religioso, o Natal é uma tradição festiva de reunião familiar (e de tensões também), de fausto gastronómico e… de troca de prendas! Seja quem for que as traz 😉

Chegados a este ponto, embatemos sempre na mesma questão: Continuar lendo Sugestões de prendas de Natal (para pais desesperados)

Sinais exteriores de riqueza (familiar)

Eles andam aí: tatuagens, colares, pulseiras, berloques e, em menor número, t-shirts e afins.

Podemos separar entre os que são perenes (tatuagens), os ornamentais (bijuteria) e os restantes (acessórios, decorações, etc).

Penso que nós, mulheres, os batemos aos pontos, ostentando despudoradamente estes sinais exteriores, sobretudo os ornamentais. Os homens costumam ficar-se mais Continuar lendo Sinais exteriores de riqueza (familiar)

Ooops, I did it again…

Hum… Como começar um texto sobre (arrum, aclara a garganta) a incontinência urinária de esforço?

(Vantagens de ser escrever sob pseudónimo 😉 )

O melhor é ir directamente ao assunto: boa parte das mulheres sofre de incontinência urinária de esforço. Ponto final. Seja pela gravidez, pela idade ou pela gravidade, o nosso soalho pélvico sofre, perde tonicidade e acaba por não cumprir o seu dever.

Estou a falar de casos em que correr um pouco, rir às gargalhadas, tossir com força ou espirrar basta para perder umas gotas de urina. É uma chatice e decerto que muitas me compreenderão. Continuar lendo Ooops, I did it again…

mãedamento nº1

Ao começar este site, tive a ideia de criar a série dos mãedamentos.

Não que me veja como uma Moisés dos tempos modernos, longe disso (e até prova em contrário não tive qualquer inspiração divina 😉 ).
Tampouco gosto de coisas demasiado prescritivas – o que não falta por aí são pessoas e livros e afins que nos explicam tal qual como devemos viver a nossa vida.

Então porquê mãedamentos? Continuar lendo mãedamento nº1