Regresso às aulas | 3 – Gestão das refeições (com pdf)

3 - gestao refeicoes maegazine

O que faço hoje para o jantar? É a pergunta que atravessa a cabeça de (quase) todos nós. Aí pelas 18h, mais coisa menos coisa.

Pois é, isto de alimentar bem a prole é um Mãedamento, aliás o nº4. Para nós mim massa com massa está muito bem, mas quem cresce precisa de nutrientes e blá blá blá e temos mais é de arregaçar as mangas, afinal de contas é para isso que os tivemos.

Quanto maior o nº de filhos, mais rigorosa deve ser a organização,

é uma constatação que tenho tido, ainda que haja mais flexibilidade na fase da sopinha com X legumes de 3 em 3 dias (grande panela de sopa que chega para 10 6 dias e está bestial).

Eis algumas sugestões que ou já apliquei, com maior ou menor sucesso, ou tenciono seriamente aplicar. Talvez vos possam ser igualmente úteis:

1. Planeamento

1.1 Lista de Compras/Master list – Peguei numa folha A4 e escrevi TUDO o que compro regularmente e não tão regularmente, tudo organizado por secções. Nada de especial, escrevi à mão com uma caneta. E depois plastifiquei a lista. Este é que é o truque – a folha não fica amachucada e dá para escrever com canetas permanentes e apagar com álcool, assinalando o que falta. Tem ainda a vantagem de dar para acrescentar coisas com as tais canetas, por exemplo compras que se fazem num determinado espaço comercial (que cada supermercado tem os seus artigos fortes).

1.2 Compras – quando estava grávida custava muito arrastar as compras para casa. Por essa altura tive uma epifania com um livro que li (falo do livro aqui) e que tinha como sugestão fazer compras online. Para quem vive numa cidade é a solução perfeita. A primeira vez é mais chata, tem de se andar à procura de tudo, mas como dá para criar listas virtuais, depois é só clicar no nº de artigos.

A segunda coisa que aprendi com o tal livro é a fazer compras grandes apenas uma vez por mês. Exige alguma reflexão e demora um pouco até acertar no nº certo de litros de leite e de massa, mas é um descanso.

Fazer compras mensais permite ter uma noção muito mais clara do real valor gasto mensalmente. 

Mas não se tem de pagar transporte? E não se passa ao lado de quase todas as promoções? Sim e sim. Mas o transporte fica facilmente pago pelas compras por impulso que não se fazem e espero que as promoções também. Opto por produtos de marca branca, sempre abaixo do preço dos abrangidos pelas promoções. Ah, e a paz de espírito de não termos de ficar à espera na fila para pagar, de estar no trânsito ou de ter os putos a pedinchar a bolacha dos bonecos vale bem a diferença.

No meu caso vou ainda quinzenalmente ao super do bairro para certos artigos (lacticínios e pouco mais) e para frescos optei por um cabaz semanal, com fruta e legumes, que vou buscar. Pela primeira vez há muito as cenouras sabem a cenouras e os tomates a tomates.

1.3 Receitas – Isto cada um é para o que é e como não sou para a cozinha tenho um repertório mesmo muito básico que tem vindo a melhorar desde que tenho um robô bestial daqueles que custam mesmo muito mas não chegam a 4 dígitos e posso comprar na loja. Basicamente é salmão a vapor com arroz carolino; massa com legumes; peru à strogonoff; pizza; bifes de atum com cebola e arroz basmati; legumes no forno; risoto do que calhar, mesmo de quinoa; quiche do que houver; pescada com molho de tomate e coentros com arroz e pouco mais.

Há quem sugira uma base de 20 a 25 receitas mas menos do que isso dá perfeitamente. Mas que essas receitas sejam verdadeiros sucessos é o mais importante.

1.4 Menu – esta é a parte que ainda quero afinar. Para isso aqui está um mimo para imprimir. Este plano tem duas semanas, jantar de 2ª a 6ª e almoço e jantar ao fim de semana. Depois pode ser gira o disco e toca o mesmo – comer a mesma coisa de 2 em 2 semanas não é nada mau, pois não? Parece-me um tipo de planeamento de menu razoável e realista. Se a cozinha for a vossa praia, imprimam 2x 🙂 (a versão plastificada permite ir acertando até atinar num plano quinzenal que funcione)

Planear os restos também convém, senão depois apodrecem. A grande vantagem de planear as coisas é que nos lembramos de descongelar as lulas de véspera, ou de deixar o feijão de molho. E poupamos muito tempo com isso…

Planear um pouco as refeições facilita também as compras. Se namoramos uma receita diferente do habitual, toca a acrescentar à lista (plastificada) e vamos com ela para a frente do computador, passando tudo a pente fino para não nos esquecermos de nada!

2. Preparação

Para as sopas não há nada como passar um bocado grande na cozinha, cortar legumes durante horas e separar as diferentes misturas de legumes por diferentes sacos de plástico que vão a congelar. Depois é só enfiar com os legumes congelados na panela e está a andar de mota. Daqui se conclui que é sempre útil preparar 2, congelar um e cozinhar outro.

Há quem goste de cozinhar por atacado ao fim de semana ou em dias de folga, libertando o anoitecer da semana. Às vezes faço isso com papas de aveia, que de manhã não dá jeito nenhum e fica agarrado ao tacho com a pressa e o lume alto… Pessoalmente a ideia não me atrai, mas talvez vos interesse.

Ah, durante a preparação, há uma valiosa dica que li em inglês – clean as you go. Ir limpando à medida que se cozinha poupa horrores no final e parece que não custa tanto…

Et voilà. Acho que é isto.

Podem fazer o download do pdf clicando nesta imagem:

planeamento menu maegazine


O Mãegazine é um blogue em jeito de magazine para mães onde se fala de uma vida simples, organizada (ou a tentar) e mais voltada para as relações do que para as coisas. De vez em quando há assim uns pdf catitas, como este sobre como sobreviver a uma birra.
Este faz parte de uma série de 4 artigos dedicados ao regresso às aulas, já que Setembro é assim uma espécie de Janeiro… Dá para seguir via mail, Facebook ou Pinterest 🙂 Até já

Anúncios

7 comentários sobre “Regresso às aulas | 3 – Gestão das refeições (com pdf)

  1. Eu também só me sei organizar com refeições semanais, mas eu optei por compras semanais, para mim funciona melhor. Frescos no mercado ao sábado de manhã e ida ao supermercado depois. Quando não tinha filhos vivia na boa e sem stress o dia a dia, à medida que fui tendo filhos tive que me ir organizando e arranjando formas de dar conta do recado. Sou mãe de dois rapazes ( 5 e 2 anos) e estou grávida de 5 meses. Todas as semanas no meu blog ponho a nossa ementa semanal para quem quiser ideias. Um bj

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s