As tarefas domésticas da miudagem (com pdf)

Aaah, a grande questão das tarefas domésticas. Há alguma fórmula perfeita para pôr a nossa prole a trabalhar em casa? E quais são as tarefas para cada faixa etária? Há negociáveis e não negociáveis?

quadro la redouteA primeira vez que vi o vídeo da família super numerosa de que falo aqui, fiquei sobretudo marcada pela criança de 4 anos que faz a sua cama e dobra o pijama.

No livro a autora espanhola aborda um pouco a questão, nada de muito profundo. Mas a ideia é que cada um dá o seu contributo e que a casa é uma escola para a vida. Todos nós temos o nosso papel na sociedade, todos trabalhamos para o bem comum. Cada um contribui com uma parte. A casa, a família, é verdadeiramente uma escola para a sociedade. Cada um dos seus membros deve contribuir para o bem comum dessa pequena comunidade. É esta a finalidade. Ponto.

Só por isso sou contra o sistema de recompensas – se lavares/aspirares/fizeres a cama recebes X.
Ok, podemos argumentar que também nós recebemos pelo trabalho que fazemos, um salário ou pagamento. Mas no caso de uma casa há um mínimo que tem de ser sempre feito, quer por nós quer por outrem: aspirar, lavar a loiça, lavar a roupa, limpar o pó, lavar a casa de banho, lavar o chão, limpar os vidros, estender e passar a ferro a roupa. Acho que já se percebeu a ideia.

As coisas não aparecem feitas por magia (infelizmente!) e consomem muuuito tempo. Ou as fazemos nós, ou delegamos (e pagamos) a alguém para o fazer. Pagar a um filho porque fez a cama?! Não me parece sensato: não é um extra, é uma obrigação.

Que tarefas para que idades?

Aqui começamos a entrar no terreno instável do que é suposto pedir-se e a que idade. Traduzo uma tabela que circula pela internet com tarefas apropriadas a diferentes faixas etárias. Curiosamente esta tabela foi também criada/divulgada por uma família muito numerosa (quando são muitos, a disponibilidade para ser a mãe ou o pai a tratar das coisas diminui drasticamente. Fazer a cama de um filho não é difícil, a de 10 3 já começa a ser!). Podem vê-la aqui, e descarregá-la em pdf (clicar imagem).

tarefas criancas maegazine

A educadora francesa Céline Alvarez, sobre quem também já escrevi, diz que há uma fase no desenvolvimento infantil, entre os 3 e os 5 anos de idade, que é especialmente boa para desenvolver a autonomia. Há um salto cognitivo único e irrepetível, por isso não há nada como aproveitar aquela janela de oportunidade para colocar a prole a fazer tarefas domésticas. Esta educadora fortemente marcada pela pedagogia Montessori, propõe mesmo actividades como varrer, dobrar, lavar a roupa ou tratar de plantas como actividades para a pré escola. Estranho? Não, se soubermos que as crianças desenvolvem nesta fase as funções executivas, que são principalmente 3:

  1. memória de trabalho
  2. controlo inibidor
  3. flexibilidade cognitiva

A partir de cerca dos 3 anos, a criança passa a controlar muito melhor as suas funções executivas. Para elas o ordinário é extraordinário, e dar-lhes a possibilidade de participarem na vida doméstica é, na realidade, um privilégio que dará frutos pela vida fora, tornando-as adultos mais responsáveis, autónomos, resilientes, com maior inteligência emocional e melhores alunos. Podem ler tudo aqui, neste extraordinário site em francês. E partilho um vídeo, um dos muitos que Céline Alvarez disponibiliza na sua conta vimeo – Lavar a roupa:

E passar da teoria para a prática?

Cada família conhece melhor do que ninguém as suas necessidades e dificuldades, o que quer, ou não, aplicar.

Cá por casa, depois de ter visto o tal filme do miúdo de 4 anos a dobrar o pijama, o ponto de honra passou a ser fazer a cama. O mais crescido, com 6 anos, já não sai de casa sem a fazer. Todos os dias.

cama11 redoute pequeno

Exijo que fique perfeita e sem rugas nos lençóis? Não e tenho de me controlar para não ir por trás corrigir e alisar tudo. O segredo está em escolher um sistema simples, como uma capa de edredão e esquecer o lençol de cima no Outono e Inverno. Tornar a coisa mais apetecível com umas capas giras é meio caminho, podem ver umas muito giras aqui. Mas estou seriamente impressionada com a versão com fecho éclair. Para as perfeccionistas arraigadas como eu e que não se estão para se chatear muito de manhã antes de os levar para a escola, parece-me a solução perfeita (e consta que é bom para os miúdos que se mexem muito de noite e se destapam facilmente)! São estas.

PicMonkey redoute CollagePicMonkey redoute zip Collage

Como implementar as tarefas?

Tal como eu tenho o fazer a cama como um não negociável, outros terão outras tarefas.

Não sendo propriamente uma tarefa, uma das regras cá de casa (mais sobre esta ideia de regras aqui) é que quando entram em casa tiram os sapatos e lavam as mãos. Sempre. Estes não negociáveis deram algum trabalho a entrar naquelas cabeças. Sim, porque dizemos as coisas 5000000x mas nunca ouvem (já se sussurrarmos que temos chocolate… ui!).

Pessoalmente encontrei uma forma gráfica e divertida de lhes dar uma sequência de tarefas – matinais e de fim de tarde. Imprimi estes desenhos giríssimos da autoria de Audrey Schilaty. Depois plastifiquei-os, furei com furador e coloquei-os em argolas de porta-chaves, pendurados numa fita de trazer no pescoço. No início foi um grande entusiasmo, depois a coisa esmoreceu, mas foi entranhando. Os desenhos têm a grande vantagem de ser de fácil compreensão, por isso a pequenada não tem de saber ler para saber o que tem de fazer.

 

Creio que muitos de nós batalhamos com a ideia de qual é o método ideal de implementação de tarefas. No caso das famílias numerosas, uma organização semanal ou mesmo mensal é indispensável! Seja num quadro magnético como o que aqui sugiro, seja num (bem giro!) quadro de ardósia com os dias da semana discriminados. Como as coisas vão mudando conforme a idade dos miúdos, ainda estou longe de ter atingido o grau de jedi. Mas para lá caminho 😉


Aqui no Mãegazine trilha-se justamente o caminho do Master Yoda, versão Mãester Yoda, com as olheiras e tudo! Falha-se a maior parte das vezes, mas aperfeiçoando a cada nova tentativa. Dá para acompanhar via email, Facebook ou Pinterest! Até já


Política de transparência – este artigo enquadra-se numa parceria com a La Redoute Portugal. O conteúdo e opinião expressa é da total responsabilidade da autora deste site.

 

Anúncios

7 comentários sobre “As tarefas domésticas da miudagem (com pdf)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s