Em defesa do Pai Natal

Aviso – este é um artigo altamente tendencioso, pessoal e parcial. Se procuram factos científicos a favor ou (sobretudo) contra, estão no sítio errado. Depois não digam que não avisei.

Sou uma mãe horrível. Não só faço os meus filhos acreditarem no Pai Natal, como alimento a coisa e – pior de tudo – tenho algum orgulho nisso.

Que lata!

lori-preusch

O Pai Natal anda a passar um mau bocado, nomeadamente pela horrível exploração comercial que é feita dele, que culminou naquele hediondo anúncio aqui há uns anos em que o Pai Natal dizia não tem cartãozinho não tem prendinha, ou lá o que era. Blherc.

O Pai Natal é o pau-para-toda-a-obra nesta época festiva. Aparece nas escolas, nos centros comerciais, nos anúncios impressos ou filmados. Rechonchudo, barbudo, vestido de vermelho com umas roupas muito mal amanhadas compradas a 5€ num bazar chinês, o Pai Natal é omnipresente. E é uma pena.

Os cristãos mais puristas nem o aceitam – quem traz os presentes é o Menino Jesus e acabou-se, fim da conversa. O Pai Natal é, na sua perspectiva, uma manipulação comercial de uma celebração maior (e é verdade).

Mas para os que não são nem puristas, nem ultra capitalistas, o Pai Natal continua a exercer a sua magia. É o caso cá por casa.

pascal-campion

O Pai Natal envia todos os anos uma mensagem vídeo, em que diz o nome das crianças, que está escrito num livro guardado numa grande biblioteca. Nesse livro o Pai Natal lê que podiam melhorar nalgum aspecto, mas que tiveram um bom ano e receberão um presente. Os miúdos reagem de forma incrível a esse vídeo, que já é uma tradição (e eu filmo a reacção deles, enche o coração) (sou podre).

No ano passado, o Pai Natal teve a gentileza de enviar um ajudante umas semanas antes, para preparar a sua chegada – é o Trasgo Amável, o duende que todas as noites se esconde num local diferente de casa e deixa um recado para as crianças, em jeito de calendário do Advento.
O duende trasgo foi-se embora com o Pai Natal, ou com os Reis, já nem me lembro, mas apesar de só nos ter visitado uma vez, o Trasgo deixou saudades e as crianças perguntam-se quando regressará (este calor que se prolongou até há bem pouco trocou-me as voltas e nem me apercebi por completo que Dezembro já chegou, fui literalmente apanhada na curva este ano!).

trasgo-4

O Pai Natal tem um nome – é o São Nicolau. O Pai Natal existe porque existiu – foi um homem impecável que deixou à porta de casa de umas jovens umas moedas de dote para se poderem casar, entre outros mimos que vez por outrem.

Quando o mais velho, desconfiado, me pergunta se eu acredito no Pai Natal eu digo sempre que acredito no São Nicolau, este homem que existiu e foi muito bondoso. E é verdade e acredito.

É também verdade que por vezes meto os pés pelas mãos entre o Santo e o estar vivo e onde é que ele trabalha e de onde envia os filmes, mas enquanto durar (não sei por quanto tempo mais), o Pai Natal vive e está de boa saúde.

chris-sheban

Tinha mesmo muita pena que o Pai Natal morresse. Isso queria dizer que a absoluta magia das crianças acordarem na manhã de 25 e descobrirem a sala com presentes para eles tinha acabado. Os presentes estão escondidos até ao dia N, até lá nem suspeitam que andam em malas de viagem ou em sacos das compras na arrecadação.

Sou horrível por mentir e manipular e fazer crer numa figura que não existe? Provavelmente. Mas a infância só se vive uma vez e se puder dar o meu contributo para essa magia perdurar – não a do consumo desenfreado, não a de uma figura desgastada, mas de um homem bom fazer o bem e aparecer e trazer presentes – vou continuar a fazê-lo.

O #trasgoamavel apareceu no ano passado e é algo de que não me posso orgulhar mais! Podem ler tudo aqui. O Trasgo Amável surgiu nas mãos da Filipa Branco, que este ano se dedicou a outros projectos e por isso o trasgo tem poucos irmãos nascidos em 2016…mas sobre isso apenas a Filipa pode responder. Está contactável através do Facebook.

O nosso trasgo vai aparecer agora e a magia vai durar mais um Natal… até ver! 🎅

melro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s